Cada vez mais se torna defasada a utilização de documentos plastificados e em papel. Com a globalização e A evolução da tecnologia, diversas formas de identificação virtual foram desenvolvidas para facilitar a vida do homem das pessoas.

Quantas vezes saímos de casa, esquecemos algum documento e precisamos retornar para procurá-los e levá-los conosco? Sem dúvidas, muitos já passaram por isso.

A cada ano que passa, novas evoluções tecnológicas surgem e são utilizadas para nós auxiliar. Em relação à documentação, algumas identificações já ganharam as suas versões virtuais, como a CNH, o CPF e até o título de eleitor, por intermédio da biometria.

As identificações virtuais de plano de saúde também vêm sendo cada vez mais populares entre as operadoras e contratantes, fazendo que haja uma defasagem das carteirinhas de plástico.

Por conta disso, as antiquadas identificações plastificadas dos contratantes – documentação necessária para a identificação pessoal do beneficiário nas clínicas e consultórios médicos – darão lugar às “carteirinhas” virtuais permanentemente.

<h2> Quais as vantagens da identificação virtual? </h2>

Apesar do receio de alguns quanto às novas tecnologias, os cadastros virtuais de planos de saúde apenas trazem benefícios.

Enquanto a carteirinha de plástico necessita de todo um cuidado para não amassar, rasgar e perder, a identificação virtual é muito mais simples e prática.

Em outros tempos, por exemplo, em caso de perda ou roubo da carteirinha de plástico do plano de saúde, a burocracia era grande em caso de emergência médica.

Para ser atendido sem a carteirinha, eram necessárias diversas medidas cautelosas para que não houvesse uso inapropriado da identificação. Com isso, um atendimento médico urgente poderia demorar horas. Além disso, para requisitar uma nova carteirinha a burocracia era maior ainda.

No entanto, hoje, com a “carteirinha virtual”, o atendimento médico em hospitais conveniados tem se tornado cada vez mais simples e prático.

Com o cadastramento virtual de praticamente todos os contratantes realizado, tornou-se possível a exclusão da carteirinha de plástico e é o que acontecerá. A tendência é que, em breve, apenas seja utilizada a identificação virtual dos contratantes.

Ainda não há uma data estipulada e pode ser que demore um ano, dois ou mais, assim como aconteceu e acontece com a biometria eleitoral, por exemplo, mas a probabilidade é de que isso ocorra o mais rápido possível, portanto informe-se com a sua operadora se está tudo certo com a sua identificação virtual para não ser surpreendido.

Caso você necessite de qualquer auxílio ou deseje tirar alguma dúvida sobre esse tema ou outros relacionados à área de saúde, ligue e entre em contato conosco. Para a gente, a sua dúvida importa (e muito). Gostou do artigo? Dê o seu feedback e deixe um comentário para que possamos estar cada vez mais perto de você e da sua família.

WhatsApp chat