Atualmente, paga-se caro para usufruir por bons planos de saúde. Em contrapartida, observamos que cada vez mais há reclamações sobre as operadoras por parte dos contratantes.

Novas reclamações são realizadas todos os dias por conta da falta de cobertura dos planos, além do descredenciamento de diversos hospitais. Enquanto a mensalidade só cresce, o serviço parece apenas piorar.

No entanto, não se deve generalizar quanto ao serviço dos planos e das operadoras. É importante ter cautela antes de escolher o plano de saúde certo para você e a sua família. Vale lembrar que seguros de saúde podem ser úteis, nesses casos, já que uma das suas funções é encontrar o plano adequado para o contratante.

Todavia, não é todo mundo que decide contratar uma seguradora de saúde para decidir qual é o plano ideal para as suas necessidades, então, preparamos uma lista com as respostas para as principais dúvidas que devem ser respondidas antes de se contratar um plano de saúde.

Respostas para as principais dúvidas sobre planos de saúde

De acordo com o Procon, respondemos para você, contratante ou possível usuário de plano de saúde, alguns questionamentos imprescindíveis sobre o tema.

Quais cuidados se deve tomar antes de contratar um plano de saúde?

É importante pesquisar sobre a operadora de saúde que oferece o plano e averiguar se há reclamações sobre a mesma. Vale, ainda, se certificar se a operadora possui registro na ANS e analisar o tipo de cobertura oferecida.

Quais são os tipos de contratos de planos de saúde?

Existem três tipos de contratos. São eles:

  • Individual ou familiar – O plano de saúde é contratado diretamente pelo consumidor. Pode ser individual ou familiar, caso inclua dependentes;
  • Coletivo empresarial – Contratado pelo empregador para suprir auxílio médico aos seus funcionários;
  • Coletivo por adesão – É o plano contratado por sindicatos, conselhos profissionais, cooperativas ou associações, para cobrir seus afiliados.

Quais são os prazos máximos de carência?

Segundo a lei, o prazo máximo de carência estipulado é de 24h em caso de urgência e emergência. Em casos de parto, dez meses e de outros procedimentos, seis.

Quais são os tipos de planos de saúde existentes?

  • Ambulatorial – Consultas médicas ilimitadas e cobertura de exames. Não cobre internação;
  • Hospitalar sem obstetrícia – Cobertura para internações ilimitadas, com direito a todos os exames complementares. O plano arca com todos os gastos da internação, exceto em caso de parto;
  • Hospitalar com obstetrícia – Além de todo atendimento hospitalar mencionado, cobre o pré-natal, assistência ao parto e ao recém-nascido (natural ou adotivo) nos primeiros 30 dias. Esse plano não tem cobertura a consultas ou procedimentos ambulatoriais;
  • Referência – Inclui coberta assistencial médico ambulatorial e hospitalar. O plano cobre, ainda, internações padrão enfermaria, exames, consultas e parto.

Ficou mais alguma dúvida sobre planos de saúde que não respondemos? Então, deixe o seu comentário e entre em contato conosco.

WhatsApp chat